SIMULE SEU EMPRÉSTIMO ONLINE AGORA

Clique aqui para realizar uma simulação AGORA e ONLINE.
Crédito Pessoal e para Negativados.

InícioArtigosFinançasFique atento! Os juros podem te deixar rico.

Fique atento! Os juros podem te deixar rico.

Para entender como os juros podem influenciar a sua vida, é importante iniciar entendendo o seu conceito. O que são juros? Para que servem?

Os juros podem ser considerados como os encargos financeiros que ocorrem devido a uma transação financeira. De uma forma simplificada podemos imaginar que você adquira um empréstimo de R$1.500,00 e no decorrer do tempo o valor final que tenha que pagar é R$1.800,00. Pois bem, o valor que excede o inicial são os juros, nesse caso R$300,00.

Vamos falar dos tipos de juros que existem. Basicamente,  eles são dois tipos principais: juros simples e compostos.

Juros Simples

No juros simples se leva em consideração apenas o capital inicial, que é o valor real que é investido inicialmente, a taxa de juros, que é uma porcentagem fixa, determinada por um  credor e o tempo. O cálculo de juros simples (JS), pode ser dado pela seguinte fórmula:

JS = C . i . t

Onde “C” é o capital inicial, pela taxa de juros “i” é o percentual e “t” o tempo. Para entender de uma forma mais eficaz, vamos ao seguinte exemplo: suponha que você pegue um empréstimo pessoal de R$2.000,00  e esse possua como taxa de juros, um valor ao ano de 3%, se diz 3% a.a., qual o valor de juros após o ano? J = 2.000 x (3/100) x 2 = R$120,00, ou seja, após dois anos, seu valor de juros seria igual a cento e vinte reais.

Por outro lado, os juros compostos, podem ser definidos como aquele que mensalmente é incorporado ao capital. Esse é conhecido como sendo “juros sobre juros” essa expressão vem da comparação com o juros simples, pois o mesmo “cresce” mais rápido. Vamos dar uma olhadinha na forma de calculá-lo, vou apresentar duas formas para você e te explicar para o que cada uma funciona. A primeira é o cálculo do montante: M = C (1+i)t, onde “M” é montante (valor a pagar ou a receber após um tempo), “C” é o capital, ou seja o valor inicial, “i” a taxa de juros e “t” o tempo, após calcular o montante, podemos obter o juros usando a fórmula:  M = C + JC, onde JC é o juros compostos.

Vejamos um exemplo: Vamos considerar os mesmos R$ 2.000,00, a mesma taxa de juro de 3 % a.a. durante 2 anos o valor do montante será de: M = 2.000 (1+ 3/100)2 = R$2.121,80; ou seja, após dois anos levando em consideração o valor do montante será de R$2.121,80. Para saber o juros basta calcular através da fórmula M = C + J, logo J = M – C = 2.121,80 – 2.000 = R$121,80.

Observe que os juros compostos, sobre o mesmo valor e ao mesmo tempo, foram maiores que os juros simples. Logo, o valor da conta é igual ao valor do investimento original vezes um, mais a taxa multiplicada pelo tempo. Dessa forma, podemos perceber que os juros compostos incidirão sobre os valores acumulados, devido a isso são maiores.

Os juros podem trabalhar a favor de você ou contra, depende da operação financeira que é feita. Vamos entender mais sobre isso. Vamos lá:

Os juros simples são comuns em um contexto de uso de título, onde os juros são os mesmos a cada período e não há capitalização. Os juros compostos são usados ​​em contextos de investimento e poupança.

Juros Compostos

Juros compostos são juros calculados sobre juros, gerando aumento no rendimento de forma significativa. Juros é um termo bastante popular, mas nem todos sabem exatamente o que significa.

Na escola, aprendemos o termo nas aulas de matemática. Quando crescemos, nos deparamos com juros do cartão de crédito, nas compras parceladas, nos financiamentos e empréstimos.

Por isso, muitas pessoas pensam que juros são ruins, sendo responsáveis por aumentar o tamanho de uma dívida e um dos gatilhos para a chamada “bola de neve” financeira, que tira o sono de muita gente.

Em contrapartida, para os investidores, os juros compostos são “amigos”.

Tanto as instituições financeiras, quanto os destinatários se beneficiam dos juros compostos. Os bancos pagam juros compostos aos consumidores a taxas baixas de juros em troca de não sacar fundos e, simultaneamente, emprestam o dinheiro depositado para obter fluxos atrativos de receita de juros.

Também para os clientes que contratam serviços de investimentos a juros compostos podem transformar um pequeno valor, em uma conta de aposentadoria saudável ao longo do tempo.

Está sem dinheiro? Baixe nosso aplicativo parceiro de simulação de empréstimos e obtenha a opção que mais se adequar à sua necessidade.

Simule seu empréstimo pessoal, consignado privado, consignado público, consignado INSS ou até mesmo financiamento de veículos através do nosso aplicativo. Cálculo e simulação de Crédito Pessoal, rápido e fácil.

Baixe em: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.maxmobapps.simuladoremprestimo

O que você achou desse artigo? Queremos muito saber sua opinião, deixe abaixo seu comentário!

VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR

Deixe uma resposta

Em Alta

Comentários Recentes

%d blogueiros gostam disto: