SIMULE SEU EMPRÉSTIMO ONLINE AGORA

Clique aqui para realizar uma simulação AGORA e ONLINE.
Crédito Pessoal e para Negativados.

InícioArtigosFinançasO mundo da Bolsa de Valores. Você conhece? Investimentos

O mundo da Bolsa de Valores. Você conhece? Investimentos

Mundo dos Investimentos, renda variável, comece a investir agora!

A bolsa de valores é um mercado onde bens e produtos como títulos, câmbio ou derivativos são negociados em um ambiente regulamentado. Além disso, pode-se fazer também trocas dos tipos: bolsa de câmbio, a bolsa de mercadorias e a bolsa de futuros.

A bolsa de valores existe desde o século XVI. O nome vem da família de comerciantes belgas van der Beurse. A família mantinha reuniões regulares com comerciantes italianos em sua casa em Bruges. 

Em uma bolsa de valores, compradores e vendedores se encontram. O preço de um bem comercializado é determinado pela oferta e demanda. Quando a demanda é alta, o preço sobe. Quando a oferta é alta, o preço cai. O preço do mercado de ações é a imagem dos preços passados.

Nesse tipo de movimentação financeira existem alguns profissionais, que auxiliam a quem quer tais como:

– Corretor:  também conhecido como corretor da bolsa, é responsável por executar ordens de valores mobiliários de investidores. Como investidor privado, você não pode negociar ações ou outros títulos sem um corretor.

– Corretor online: pelas transações, o corretor recebe uma taxa de corretagem, a chamada comissão. Essa taxa difere dependendo de quais outros serviços o corretor oferece.

Os corretores on-line são uma alternativa econômica e recomendada em comparação com os bancos . Os investidores privados que não precisam de uma rede de agências ou aconselhamento, podem reduzir as taxas usando corretores on-line.

O que é um depósito?

Para poder negociar na bolsa de valores, você precisa de uma conta de títulos ou depósito. Essa conta chamada de conta de custódia é utilizada para a guarda e administração de valores mobiliários. Você pode usar o depósito para fazer um pedido de compra ou venda de uma ação, por exemplo.

“Depot” é uma palavra francesa que significa “armazém”. Antes da digitalização, os títulos físicos eram distribuídos. Após a entrega, estes eram armazenados em local seguro, o depósito.

Hoje, a conta de custódia pode ser visualizada digitalmente no site de seu banco custodiante e contém informações sobre compras e vendas realizadas, além de sua própria carteira de títulos.

Algumas dicas antes de entrar no mundo das bolsa de valores:

Dica 1: Informe-se bem com antecedência

Parece banal, mas você deve entender no que está investindo seu dinheiro. Se você está interessado em uma ação específica e não quer apenas confiar em seu instinto, você deve dar uma olhada no relatório anual da empresa, nos números trimestrais atuais, análises e previsões econômicas.

Dica 2: Não coloque tudo em um cartão

Você descobriu sobre o mercado de ações e tem uma ação específica em mente? Este é um bom começo para iniciantes. Mas talvez você esteja pensando em vários títulos e não consiga decidir. Você não precisa. Porque quando você começa com um fundo de ações, seu dinheiro é dividido em centenas de valores diferentes. Como investidor, você minimiza o risco no caso de uma empresa divulgar números ruins e até falir.

Se você quer investir em ações, mas quer correr um pouco menos de risco, os chamados fundos mistos também são interessantes. Eles investem o dinheiro não apenas em ações, mas também em títulos. Dependendo de como os gestores de fundos avaliam os mercados, a proporção de ações pode ser reduzida.

Então você diversificou duas vezes: você distribuiu seu dinheiro em ações e títulos – e dentro dessas duas classes de ativos novamente em muitos valores individuais diferentes.

Dica 3: Invista apenas o capital disponível

Você só deve investir seu capital no mercado de capitais se este dinheiro não for necessário para sanar nenhuma outra necessidade. Se você sabe que vai precisar do dinheiro nos próximos cinco anos para ganhar a vida, para pagar seu empréstimo pessoal ou para outras compras, este não é um bom momento para investir.

Um exemplo: você tem que comprar um carro em dois anos. Até lá, invista o dinheiro em ações. Mas justamente quando você precisa do carro, o mercado de ações está em uma fase fraca. O resultado: você tem que vender com prejuízo.

Dica 4: Seja paciente

Ao investir no mercado de ações, você precisa de poder de permanência, ou seja, não invista em ações o seu dinheiro guardado para emergências ou que será utilizado brevemente.

Se você depende de lucros rápidos, inevitavelmente terá que fazer um investimento arriscado. Isso pode funcionar bem, mas muitas vezes os iniciantes em particular caem em uma armadilha.

Por outro lado, se você mostrar paciência e investir com previsão, terá uma chance muito maior de fazer o melhor investimento possível. Com o tempo, o risco de perder dinheiro em ações diminui significativamente.

Dica 5: Não deixe que as perdas o deixe nervoso

Claro, você entra na corrida de ações com a expectativa de obter o melhor retorno possível. Mas o mercado de ações está sempre em movimento e sua carteira também pode apresentar perdas em um determinado momento.

As flutuações nas taxas de câmbio são completamente normais e acontecem de tempos em tempos. Isso não é um infortúnio, mas, ao contrário, um sinal de que os mercados de títulos estão funcionando e que a oferta e a demanda estão mudando. Prepare-se para o fato de que correções podem ocorrer e não entre em pânico e tome medidas. Reaja com a cabeça fria.

Para ações, você pode definir um limite de “stop loss” para estar do lado seguro, ou seja, um valor acima do qual você definitivamente deseja vender seu investimento. Por outro lado, as correções de curso também podem ser exatamente o momento certo para comprar mais por um preço barato. 

Dica 6: Permaneça cético sobre as dicas de ações

Você ouve ou lê uma dica infalível de um suposto guru do mercado de ações? Onde são garantidos mais de 10, 20 ou mais por cento de retorno? Então também temos uma dica para você: cuidado!

Há muitos chamados especialistas na área de investimentos financeiros que fazem promessas. No entanto, você deve sempre se perguntar por que a pessoa está lhe dando essa informação.

Portanto, é melhor abordar todas as dicas e sugestões muito tentadoras com um ceticismo saudável.

Dica 7: Não especule, invista

Comprar, vender, comprar, vender: é assim que muitas pessoas imaginam investir em títulos. Normalmente, isso tem pouco a ver com a realidade. Espero que continue sendo a exceção para você comprar uma ação e vendê-la novamente dias ou semanas depois.

Ao comprar e vender são devidas taxas, que primeiro devem ser recuperadas do desempenho da ação ou de um fundo.

Se você investe de forma estruturada e ampla, não precisa entrar e sair constantemente de ações. 

Dica 8: Use o efeito de juros compostos

Faça seu dinheiro trabalhar para você. Esta frase descreve melhor o que os juros compostos significam para o seu investimento. É a alavanca com a qual você pode explorar todo o potencial.

A ideia por trás disso é relativamente simples: você reinveste seus lucros ou juros para gerar mais receita. Então você adiciona seus ganhos ao capital empregado para ter a chance de retornos maiores. Com fundos, o reinvestimento geralmente acontece automaticamente, então você não precisa fazer nada sozinho.

Os juros compostos são um dos mais importantes mecanismos de acumulação de capital. Quando perguntado qual era a força mais forte do universo, Albert Einstein respondeu: “Isso é juros compostos!” Vale a pena para você, especialmente a longo prazo. Portanto, use esse efeito para aumentar significativamente seus ativos.

Dica 9: Verifique seu sistema regularmente

Você deve gerenciar seu investimento com uma mão firme. Os sinais podem mudar mesmo se você ficar de olho no mercado financeiro até certo ponto.

É melhor conversar com seu consultor de investimentos regularmente – de preferência pelo menos uma vez por ano sobre seu portfólio e fazer ajustes, se necessário.

Dica 10: Não espere mais

Você tem a sensação de que ainda há muito a aprender e, portanto, não se atreve a abordar ações? Tenha coragem, pois cada dia sem investimento é um dia sem chance de retorno.

Você não precisa ser um especialista em bolsa para entrar no mercado de capitais. É exatamente por isso que existem fundos e profissionais que cuidam da gestão. E uma vez que você está lá – por exemplo, com um plano de poupança de fundos – investir no mercado de capitais é completamente normal para você.

Está sem dinheiro? Acesse nosso Simulador de Empréstimos e obtenha a opção que mais se adequar à sua necessidade.

Simule seu empréstimo pessoal, consignado privado, consignado público, consignado INSS ou até mesmo financiamento de veículos através do nosso aplicativo. Cálculo e simulação de Crédito Pessoal, rápido e fácil.

Acesse nosso simulador em: https://emprestimopessoaldicas.com/simulador-emprestimo/simular.html

O que você achou desse artigo? Queremos muito saber sua opinião, deixe abaixo seu comentário!

VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR

Deixe uma resposta

Em Alta

Comentários Recentes

%d blogueiros gostam disto: